Pesquisar este blog

Carregando...

Eleição para Diretor

Olá!...
O blog debate sobre gestão democrática em foco eleições para diretores  de escolas. A longa discussão  sobre a gestão democrática é justa e precisa se fortalecer cada vez mais, pois a gestão escolar formada de diretores indicados pela própria comunidade escolar fará com que as escolas sejam gerenciadas mais com critérios técnicos do que com critérios políticos.
É a partir da década de 80 que começam que começa a história do processo de escolha de diretores , pois é nesse período que surgem reinvidicaçães para a redemocratização política do país. A parte daí surge, em vários estados, a eleição para diretores.
Um dos principais motivos para a implantação das eleições de diretores foi a  possibilidade do sistema  eletivo acabar com as práticas tradicionalistas calcadas no clientelismo. A partir daí houve uma considerável redução, nos sistemas que adotaram a eleição de dirigentes, da sistemática influência
Em Rondônia durante a votação que aconteceu em 2011, 294 escolas estaduais, a presença da Seduc foi constante. “Queremos que todas as normas sejam cumpridas e respeitadas na íntegra as regras do processo e também apontar problemas que ocasionalmente possam ocorrer”. Recentemente tivemos o prazer de assistir ao ato de posse dos diretores das escolas estaduais de  Porto Velho,   todos  eleitos diretamente pela comunidade escolar.

A eleição direta para diretores escolares é importante porque põe fim aos chamados “diretores cabos eleitorais”, que na maioria das vezes, não preenchem os requisitos para o exercício da função, salvo ser afilhado de um político do momento, fazendo que a escola passe a representar os  interesses de quem o indicou, gerando, em muitos casos, práticas nem sempre recomendáveis aos interesses da sociedade.


A eleição direta para as direções das escolas estaduais é uma conquista histórica para a educação em Rondônia. Uma nova era que se inicia e que acaba com a ‘ditadura’ a qual passou a educação no governo passado”.
A gestão democrática das escolas públicas é uma proposta do governo do Estado, sendo concretizada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com as representações de ensino (REN’s). Tem como principal objetivo fortalecer o ensino escolar, desencadeando maior participação da sociedade e comunidade na definição do uso de recursos e práticas pedagógicas com atribuição na melhoria e a qualidade do ensino nas escolas públicas.
AS ELEIÇÕES - O pleito que elegeu diretores e vice-diretores das escolas estaduais foi realizado em novembro passado. Em todo o Estado, concorreram 846 candidatos de 423 chapas em 294 escolas. Em Vilhena, houve 18 chapas inscritas em 14 escolas estaduais da zona urbana, somando 36 candidatos às funções. No Cone Sul, foram registradas 53 chapas, totalizando 106 candidatos.
 

0 comentários:

Postar um comentário